16 de abr de 2007

UMA REFLEXÃO SOBRE A MINHA SAUDADE...

SAUDADES
Gena Maria

Sinto que sou só saudades...
Saudades da infância...
onde tudo era colorido
e os sonhos eram a nossa realidade...
às vezes, em forma de realizações
da nossa imaginação...
outra vezes, em pequeno pesadelo
com medo que perder o pai, ou a mãe...
e sempre corríamos para a sua cama
onde éramos confortados com abraços e beijos...

Saudades, da primeira professora, onde sentíamos
a maior alegria em levar uma flor, roubada de um jardim!

Saudades, do primeiro namoradinho....
aquele que, só de ficar a falar e a brincar
nas cantigas de rodas, era o menino mais amado

Saudades da primeira menstruação....
quanto horror e medo!

Saudades, da primeira festinha de aniversário a noite....

Saudades, do primeiro batom e ruge na face, tão já rosada...

Saudades, do primeiro namorado...aquele que ficou
para sempre marcado, como o primeiro amor!

Saudades, do primeiro beijo...
aquele selinho tão significativo e tão puro!

Saudades, do primeiro bailinho....
Daquele lindo rapaz, que atravessava o salão
para o pedido de uma dança....

Saudades, do primeiro beijo de amor...
onde passávamos horas e relembrar e a sonhar com o próximo!

Saudades....saudades e, só saudades...
daquela época linda que hoje só existe
em nossas memórias...como a fase mais linda
de um mundo colorido que não existe mais!

Saudades, da pureza dos jovens, de um mundo sem drogas,
sem crimes, sem maldades e inimizades....

Saudades, de um mundo em que vivi,
fui muito amada e feliz!
Sei que um dia lá no futuro, talvez, eu sinta saudade do hoje
Apesar de todas as decepções e amarguras...
que o ser humano me proporcionou...
Mas, terei na lembrança os dias felizes
que vivi na minha juventude...
E isso ninguém rouba e nem tira!

Marília - 15/04/07
SP

6 comentários:

Zé Carlos disse...

Ah! Gena querida, e quem de nós não tem estas saudades todas?
O primeiro amor ninguém esquece...
Mas vamos nos preocupar agora com o amanhã... senão ficamos saudosistas demais.
Bjs do ZC

clmas@uol.com.br disse...

OI GENA, VOCE ARRASOU COM ESTE POEMA "SAUDADES", QUANTA VERDADE DITA DE UMA FORMA TÃO MANSA E POÉTICA! SAIBA QUE É PURA REALIDADE ESTES SEUS VERSOS. ADOREI. BEIJOS, LÚCIA. ME ESCREVA, CONTANDO AS NOVIDADES.

Tere Penhabe disse...

Linnnnnnnnnnnndo seu poema, Gena! E de fácil identificação... adorei te conhecer, mas da próxima vez, tire os óculos menina rsrsrs a gente só os coloca depois dos cinquenta, pra despistar os pés de galinha, mas não assim, no auge da juventude rsrs
beijossssssssss daqui do litoral pra ti
Tere

M.Nilza disse...

Bom dia Gena!

Lindo seu poema..sinto não poder ler todos, estou meio sem tempo, pois mudei de setor no trabalho. Mas, não esqueço de vcs.

Beijos
M.Nilza

vanda disse...

Oi Marilia,,,,lendo seu poema da saudade me transportei para a minha juventude onde vivi tudo que nele está escrito...quanta saudade!!!!!!!!!!!encontrei nas suas palavras td que meu coração sente e quer dizer mas não encontra as palavras.....parabéns um gdr beijo....
vanda s.p.capital

marilisa disse...

Ola Gena Maria

Muito legal o seu poema.Me transportei pra todas estas lembranças que também são minhas.Voltarei depois com mais tempo para desfrutar mais de seus poema.Um grande abraço