22 de jul de 2011

O FRIO E A SAUDADE
®Gena Maria

Sinto muito frio...
Um frio maior que a previsão do tempo!
Um frio que vem da saudade que sinto de você!
Estamos vivendo longe e saudade machuca
Amamos-nos tanto que dói...
Pensar que temos que viver nessa distância
Que dilacera nossos corações!
Quando vem a noite, meu frio aumenta
E a saudade se torna muito maior...
Como seria bom ter você aqui comigo
Para dividirmos nossos momentos
E nos aquecermos mutuamente
Com o calor do nosso amor
Que tanto nos faz falta...
Venha logo amor, me abrace
Aqueça-me com seu amor, seus carinhos
E vamos viver mais uma noite
Dentro desse grande amor
Que sempre nos uniu!

Marília - 26/07/09

11:44 Horas

8 de mai de 2011

MINHA AMADA FAMÍLIA!


Nesta foto tirada há oito anos, hoje está faltando a nossa querida mãe!
 Estamos todos tristes, mas ao mesmo tempo agradecidos por termos tido a nossa mãe Julietinha, como era chamada pelos amigos!
Ela nos deixou um grande exemplo a ser seguido... De uma mulher guerreira, forte e dócil ao mesmo tempo,  muito caridosa, onde só amor plantou em sua jornada aqui entre nós, resultando numa colheita perfeita para o Reino de Nosso Senhor Jesús Cristo!
Obrigada minha mãe, serei eternamente grata por ter sido sua filha!
Um Feliz dia das Mães aí no céu junto a Deus!
De todos os seus filhos, especialmente da Genoca,
como você me chamava!
®GM
Marília - 08/05/11

15 de dez de 2010

Feliz Natal meus amigos!!!


Que todos tenham um ótimo Natal com muita saúde, harmonia e paz!
Bjs da Gena

29 de out de 2010

É VOCE...
®Gena Maria

Quando estou só, olhando as estrelas
Sinto uma grande emoçao ao ve-las
Vejo voce em cada uma delas...
Sinto que estou num palco a observa-las

É voce quem vejo dentro da noite
E a cada instante o sinto mais perto de mim
E dentro dessa magia vejo o seu amor como
Um sonho lindo que em realidade se tornou

E canto nesta noite o quanto amo voce...
E as estrelas brilham mais como se me
Observassem e soubessem o quanto
Eu quero estar perto sempre, só de voce!

Para provar que, o sinto em meus sonhos...
Em cada instante, cantando em cada verso
que é voce a estrela que mais brilhou em mim!

Em nossas noites de amor...Me olho no espelho
É voce que eu vejo,  tudo que eu quero,
E tudo que eu amo...
É voce, meu eterno amor!

Marília - 16/07/10 -
 SP
18:57 Horas

27 de ago de 2010

SÔBRE A SAUDADE


SAUDADES
®Gena Maria

Saudades, quantas sinto!
Sempre repito as mesmas palavras...
Quantas saudades sinto de você!
Minhas horas se tornam amargas
Meus dias são intermináveis
Só penso em nós, em nossos momentos...
Que não ficam para trás, insistem
em permanecer aqui, junto a mim!

Seus olhos, sempre me olhando...
Suas mãos, sempre nas minhas...
Seus lábios, sempre nos meus...
Seus abraços, sempre me apertando...

Onde estamos, onde ficamos nós
por estes caminhos, por esta vida?
Só as saudades permaneceram...
Por que fizeram isso ao nosso amor...
Por que deixamos que fizessem?

Você ai, solitário, pensando em mim...
Eu aqui, sózinha, pensando em você!


As horas, os dias, os meses, os anos
passam e nós permanecemos assim...
Distantes de nossos corpos...
E tão presentes em nossas mentes!

Marília - 20/06/09
SP
( 23:48 horas)

8 de mai de 2008

MEUS AMORES

Amor sincero, amor verdadeiro
Amor maior, amor por inteiro
Amor incondicional, amor doação
Amor que vem de dentro do coração!

Falo de um amor maior...
De u`a mãe por seus filhos...
Um amor total e sem explicação!

Posso dizer todos os adjetivos acima
Que não conseguirei deixar escrito aqui
O que realmente sinto pelos meus filhos!

Sei que sou feliz por amar assim
e agradecida a Deus por esta bênção
Pois, existem mulheres tristes sem
ao menos saberem o que é ser mãe!

Fui abençoada por quatro vezes...
Em todas elas senti a mesma ansiedade...
A mesma alegria durante a espera...
O mesmo medo, a mesma insegurança!

Antes de nascerem, somos inseguras
sentimos um medo inexplicável...
Não sabemos justificar estes sentimentos
Amamos esta criança bem antes de nascer...
Ao dar os primeiros chutinhos
sentimos o quanto a desejamos!

Ao nascer a insegurança continua...
Sentimos medo de perder esta criaturinha
tão indefesa e dependentes de nós...
Somos o seu alimento, o seu calor
A sua saúde e o seu amor.

Todas as mães se culpam por tudo
que possa vir a acontecer a sua cria...
Seja ela um feto, um recém nascido,
uma criança, um adolescente ou um adulto...

Se forem adultos responsáveis, de bom caráter
Costumam dizer...Já nasceu assim!
Se forem tudo isso ao contrário
Dirão com certeza:
Esta mãe não soube educa-lo!

E eu digo que sobre isso, nem mesmo
sendo mãe de quatro homens, adultos e
deferentes entre si... Eu saberia dizer
O que faz um filho ser ou não ser
o que é...
O que torna uma pessoa boa ou má...
Eu não sei e tenho quatro exemplos aqui!

Entre eles, um mais genioso, outro mais amoroso,
um mais egoísta, outro mais exigente, um mais carente,
outro mais dependente, um mais inseguro, outro
quer viver mais livremente e todos vieram
do mesmo ventre, do mesmo pai...
E todos foram gerados com muito amor...
E sei que são os meus amores!

Educados da mesma forma,
com as mesmas regalias e limitações...
Com a mesma religião e o mesmo padrão!

Daí pergunto a vocês meus amigos:
Alguém pode me explicar onde os pais
erram, ou acertam?
Eu não sei...Só sei que amamos os
filhos sem pedir nada em troca
deste amor!
Sei também, que é um amor
Inexplicável e imensurável...
Assim como a dor maior existente...
É a da mãe que perde seu filho!

Ao se aproximar o dia mais importante do ano:
O Dia das Mães...
Quero lembrar aqui o quanto somos felizes
por termos nossos queridos e amados filhos!
Beijos e abraços em todos os filhos e mães
que conseguiram ler este longo texto até aqui!
Obrigada de coração!

Da sempre amiga
Gena Maria
Marília - 04/05/08
SP