27 de ago de 2010

SÔBRE A SAUDADE


SAUDADES
®Gena Maria

Saudades, quantas sinto!
Sempre repito as mesmas palavras...
Quantas saudades sinto de você!
Minhas horas se tornam amargas
Meus dias são intermináveis
Só penso em nós, em nossos momentos...
Que não ficam para trás, insistem
em permanecer aqui, junto a mim!

Seus olhos, sempre me olhando...
Suas mãos, sempre nas minhas...
Seus lábios, sempre nos meus...
Seus abraços, sempre me apertando...

Onde estamos, onde ficamos nós
por estes caminhos, por esta vida?
Só as saudades permaneceram...
Por que fizeram isso ao nosso amor...
Por que deixamos que fizessem?

Você ai, solitário, pensando em mim...
Eu aqui, sózinha, pensando em você!


As horas, os dias, os meses, os anos
passam e nós permanecemos assim...
Distantes de nossos corpos...
E tão presentes em nossas mentes!

Marília - 20/06/09
SP
( 23:48 horas)